segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Não use qualquer essência na produção de sabão pelo processo a frio / Cold Process / LOTE 02

Hoje foi um dia de aprendizado, acertamos algumas coisas e erramos outras tantas, nesta fase de testes nada deve ser descartado devemos fazer tudo, pois é na pratica que realmente se passa a entender o processo do sabão feito a frio ( Cold Process ) de forma mais clara.



Como sempre organizamos nossa área de trabalho com tudo o que vamos precisar: Óleos, Água, Soda devidamente pesados (neste teste usei uma concentração de água maior que a sugerida pela minha calculadora de Lixivia, foi usada uma concentração de 3x1, queria uma massa mais liquida para tentar fazer um marmorizado branco e creme.

Podemos observar também que apesar de termos um total de 1000g de óleo (lembre-se tudo tem que ser pesado, inclusive os líquidos) temos um pouco mais de 1140ml de óleos assim podemos ilustrar que as unidades de medidas são bastante diferentes.


Não aceleramos o esfriamento da nossa solução caustica, e deixamos para aquecer os óleos quando a temperatura de nossa lixivia estivesse em torno de 40 graus, deixamos os óleos com 40 graus.


Hoje testamos a adição de Dióxido de Titânio em nossa formulação ou receita, como preferir, usamos uma concentração de 5g por kg de óleo. O resultado foi uma massa muito clara quase sem traços de amarelo ou verde que são as cores provenientes dos óleos. Uma observação, o DT foi encorporado aos óleos antes da adição da solução cáustica, assim pude obter uma mistura bastante homogênea.



Ate ai tudo estava indo bem! Ai resolvi testar a adição de essência para substituir o Óleo Essencial (bendita hora que tive esta ideia) , como já relatei antes aqui testaremos tudo o que for possível buscando sempre o acerto, mas nunca esconderemos nossos erros, desta forma evitaremos erros futuros e enriqueceremos nosso conhecimento dentro da saboaria artesanal. Voltemos a nosso relato, escolhemos uma essência e optamos por uma concentração de 7% em relação a soma dos óleos (70 ml).


Quando adicionamos a essência em nossa mistura houve uma reação química muito interessante, a essência funcionou como uma especie de catalizador, engrossando a mistura em uma velocidade assustadora, é como se estivesse jogando sumo de limão dentro de um pote de leite fresco, a impressão visual é exatamente essa, ela cortou a mistura e não se incorporou totalmente endurecendo a mistura a ponto de não conseguirmos enforma-la. Outras alterações que podem acontecer são: a essência virar um solvente impedindo que a massa finalize o processo de saponificação, separação dos óleos da solução cáustica (informações colhidas em relatos feito por pessoas em vários blogs, não citarei nomes pois não consegui as devidas autorizações) 
                   

Mesmo assim literalmente jogamos na forma quase de qualquer forma e nos colocamos a refletir sobre o que teria ocorrido. Fui pesquisar e achei em: site informações sobre o que tinha ocorrido.

Isso acontece devido a presença de álcool na essência o que acarreta exatamente o que foi descrito acima, foi tão parecida que deduzo que o mesmo aconteceu com ele (hehehe), bem como disse foi um dia de aprendizado, aprendi que posso clarear minha massa com DT numa proporção de 5g por kg de óleo e que não devo usar essência para produzir sabão pelo processo a frio (Cold Process) fica o aviso para quem estiver começando não cometer o mesmo erro. Dê preferencia a Óleos Essenciais, se optar por essências procure as que sejam indicadas pelo fabricante para Cold Process.



Vou comprar os Óleos Essenciais (OE) e repetiremos o teste com o Dióxido de Titânio  depois é claro postaremos tudo aqui.

Acho que por hoje é isso.

Todos os demais produtos mencionados nesta postagem disponível para venda em nossa loja virtual, para adquiri-lo basta seguir o link:

22 comentários:

  1. Utilize essência para cold as da Paris essências são ótimas, não travam e os aromas são divinos. Já comprei as do saboeiro e não gostei dos aromas.

    ResponderExcluir
  2. Fiz uma visita no site da Paris, vou comprar algumas para testar.

    Mas já comprei algumas na Casa do Saboeiro, hehehe, enfim, vamos testando e aprendendo!

    ResponderExcluir
  3. Corrigindo a informação, comprei na Emporio Essencia e não na casa do saboeiro.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, meu nome é Marcos Godoy. comprei oleos essencias e oleos vegetais na www.destilariabauru.com.br e gostei muito tanto dos oleos quanto do atendimento.
    Obs: gostei muito do seu blog, parabéns pela iniciativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Marcos, que bom que gostou do blog, estamos abertos a opiniões e sugestões, por isso fique a vontade para falar o que quiser!

      Conheço a destilaria Bauru, tem ótimos produtos, sempre indico para compra de óleos essenciais (qualidade indiscutível) o mesmo para óleos vegetais, porem pode achar com preços mais em conta em outros fornecedores.

      Já tem experiencia com sabonetes? bem como pode ver em nosso blog estamos começando faz pouco tempo, mas antes de meter a mão na massa pesquisei por quase um ano. Só depois me arrisquei a produzir meu primeiro sabão, é uma verdadeira cachaça.

      se puder conte um pouco de sua aventura com sabões para que possamos compartilhar com outras pessoas.

      Que óleos vegetais comprou? e quanto aos óleos essenciais quais comprou?

      Abraços AMOF (Amauri Oliveira)

      Excluir
  5. Boa noite Amauri, desculpe a demora para responder é a correria.
    Bem estou no universo do sabonete a pouco tempo comecei fazendo os primeiros testes com oleos vegetais comuns, giraçol e canola, em novembro de 2012. gostei do resultado mas nem se compara com os óleos mais nobres, oliva , palmiste, palma, etc.
    Neste ano fiz meus primeiros testes com esses óleos que comprei na dastilaria bauru, oleo de semente de uva, oleo essencial de laranja doce e amarga, oleo essencial patchouli e eucaliptus glóbulos. os oleos vegetais comprei na sabão e glicerina, www.sabaoeglicerina.com.br, paumiste, coco de babaçu, manteiga de cacau e manteiga de cupuaçu.
    Então fiz meus primeiros sabonetes que concidero bons.
    Fiz minhas próprias formas de mdf 0,18mm, e meu cortador multiplo de 11 peças. Eassim estou começando um pequeno negócio.
    Um abraço e até breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos, fico muito feliz com suas notícias! bom saber que já esta confeccionando seus sabonetes e com a qualidades físicas que deseja. com os óleos que me disse que adiquiriu estará apto a fazer boas formulações.

      Cuidado apenas na proporção do óleo de semente de uva, tente não usar mais de 5%

      o resto deve estar ótimo, as formas podem ser de MDF sem problemas e como fez seu cortador múltiplo?

      Aqui estou começando a produzir formas de acrílico (replica de uma japonesa) para venda.

      Espero que esteja tudo indo bem com sua produção, me mantenha informado! desejo todo sucesso do mundo no seu empreendimento.

      E se eu puder ajudar em alguma coisa pode contar comigo sempre!!!

      Grande abraço.

      Excluir
    2. Fiz meu cortador reciclando umas madeiras, comprei uns parafusos, e fio de aço para pesca numero 10, (vou tirar umas fotos e postar no flickr), http://www.flickr.com/photos/degodoy/ já tem fotos dos primeiros sabonetes com oleos não nobres...
      Abraço

      Excluir
    3. vou dar uma olhada no flickr, tenho um flickr que não posto ha anos (risos) http://www.flickr.com/photos/amof

      Excluir
    4. Cara que fotos são aquelas... parabéns são todas de uma qualidade incrível. preciso ter umas aulas com vc... rsrsrsrs

      Excluir
    5. Risos, sempre gostei de fotografia,e me dediquei muito tempo a aprender a fotografar bem, uma vez que domine a técnica o resto é o olhar! Não posto faz tempo mas tenho algumas perolas guardadas que quem sabe posto ainda este ano!

      Estou totalmente voltado a fabricação de sabonetes neste momento, ate as fotos são apenas para registro dos processos e para produção de peças publicitarias para eles. risos

      Mas sinto falta da produção de belas fotos.

      Gostei muito de suas fotos também. parabéns estarei acompanhando seu trabalho. Quanto as aulas não creio que precise mas estou a disposição para ajudar nas fotos.

      Excluir
  6. boa noite !!! lendo os comentarios, solucionei algumas duvida e até fiz algumas comprinhas, obrigada a todos, abraços !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom, espero as novidades, me deixe informado!!!

      Excluir
  7. Boa tarde.
    li em suas postagens que vocês fazem carimbo para sabonetes. Gostaria de saber como proceder para pedir a confecção deste carimbo.
    Aguardo resposta.
    Obrigado
    Ivo

    ResponderExcluir
  8. Boa Noite Ivo, sim fazemos carimbo em acrílico, para poder ver a viabilidade preciso que mande arquivo em formato CDR e JPG para meu e-mail: amof.amauri@gmail.com. assim que eu receber dou uma olhada e retorno para você.

    Obrigado por visitar nosso Blog, espero que tenha gostado e volte outras vezes.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Sou totalmente nova nesta área, e após ouvir as receitinhas (na verdade receitonas, pelas quantidades utilizadas) de minhas tias, me interessei por essa arte. Após uma pesquisa um pouco aprofundada na internet, resolvi fazer um teste. Meu objetivo é produzir um sabonete com óleos naturais, porém utilizei o óleo de canola apenas como teste, porém acredito ter utilizado uma soda fraca (no pote estava escrito "50%"), pois ela dissolvia com muita dificuldade na água, e após desenformar meu sabão, ele ainda está sensivel, e com um leve aperto perde a forma. Você teria alguma marca de soda caustica para me indicar? Ou então alguma outra ideia do que pode ter acontecido com o meu "sabão"?? Grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cecilia, Que bom que tenha nos visitado e espero que volte outras vezes ao nosso Blog.

      Bem vamos por partes:

      - Não importa a marca da soda e sim sua concentração que deve ser de no minimo 97% sendo o ideal 100% PA pode encontrar em qualquer loja que venda material químico ou em lojas virtuais que vendem produtos para saboaria (se for o caso me fala que lhe passo alguns links).

      - Sabões com óleos vegetais são realmente muito bons, porem temos de estar atento as propriedades de cada óleo. No seu caso foi utilizado um óleo mole (canola) e não sei a quantidade que foi utilizada, o ideal é me passar a receita que usou para que eu possa dar um diagnostico mais preciso.

      - O correto é fazer sabão com uma mistura de óleos assim teremos propriedades como dureza, limpeza, hidratação, bolhas, etc equilibradas, a unica exceção é para o sabonete de castela 100% Azeite de Oliva ou o sabão de Alepro.

      Acho que deve em primeiro lugar encontrar uma soda de boa qualidade, depois escolher uma receita base com óleo de palma, palmiste, mamona, azeite de oliva. A partir deste ponto poderemos então fazer nosso sabão.

      Qualquer duvida ou quando tiver tudo pronto me fala que te dou a ajuda que precisar.

      Abraços.

      Excluir
  10. Amof , parabens pelo blog ! Eu tambem faco sabonetes cold , a melhor loja que eu encontrei em relacao a atendimento e preco é a ferquima ela faz entrega com um preco muito bom , de uma olhada ,acho que gostara

    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Olá Amauri, gosto muito do seu blog e do seu trabalho, como sabe. Talvez mais do que tudo, admiro a sua simplicidade, aquilo que lhe permite partilhar os sucessos e também os insucessos. Isso não é qualquer pessoa que faz. Um abraço! espero vê-lo em Portugal este ano :)

    ResponderExcluir
  12. Usei óleo essencial de capim santo e travou tudo...

    ResponderExcluir
  13. Tentei fazer meu primeiro sabonete com uma mistura de óleo de girassol e oliva. Estava em um traço que acredito ser o médio, então tive a "brilhante" ideia de acrescentar essência de erva-doce, que utilizava em sabonete de glicerina, e no momento que voltei a mexer a massa, ela "coalhou" completamente, aparecendo umas "poças" de óleo. Bati novamente por algum tempo, pra ver se a massa voltava a ficar homogênea. Sem sucesso, resolvi acrescentar álcool de cereais. A massa diminuiu o "talhamento", mas mesmo assim ela não retornou a consistência que estava antes de acrescentar a essência.
    Hoje, 5 dias depois, fui desenformar e a consistência no interior estava de pasta.
    Utilizei uma solução de soda 99% de pureza em uma concentração de 42%.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline! Outra dia fiz um sabonete e esqueci de colocar um dos oleos. Percebi bem depois... participo de um grupo de saboaria no face, comentei la e as experientes me orientaram a ralar tudo e tentar o hot process para nao perder o material. Fiz assim: ralei tudo, coloquei numa panela de inox em fogo baixo e cobri com 10% de agua do total dos oleos. Derreteu mais rapido do que eu imaginava. Fui acrescentando aos poucos o oleo que faltou. Continuei o processo por mais uns minutos e botei na forma (esqueci de botar a essencia, mas ainda permaneceu um suave aroma da anterior). Ficou bem mais rustico, porem salvei todo o material. Ficou exclente!

      Excluir

Ao participar de nosso Blog, você estará ajudando a um enorme numero de pessoas que estão procurando o conhecimento que você pode ter, antão participe, compartilhe!

Obrigado por deixar suas considerações em nosso Blog e volte sempre.