domingo, 16 de dezembro de 2012

Equilíbrio entre os óleos


Meu ultimo teste (no lote três) mostrou a minha falta de conhecimento em relação aos óleos e me fez pesquisar as características químicas e físicas de alguns óleos utilizados na confecção de sabão para que no próximo teste eu consiga um resultado mais satisfatório e dentro do que eu desejo.

O que significa um óleo duro (hard) ou um óleo macio (soft) ou ainda o quem vem a ser um óleo frágil ou quebradiço?

Nas minhas primeiras experiências fazendo sabão com processo a frio (Cold Process) descobri na pratica que o que parece simples na verdade reque muito cuidado e uma grande parcela de bom censo.


Não basta escolher ós óleos que encontramos facilmente em um supermercado, mercearia da esquina ou mesmo os que temos em nossa dispensa, muito menos devemos escolher os óleos que mais gostamos ou achamos que são bons. No processo de escolha dos óleos devemos pesquisar antes de mais nada quais são as propriedades de cada óleo, sim cada óleo tem uma ou mais propriedades que vão agregar ao seu sabonete qualidades como: quantidade de espuma, maciez, hidratação, resistência e durabilidade.

Os óleos estão divididos em três tipos: duros, macios e frágeis, o equilíbrio entre estes óleos são essenciais para se ter um bom sabonete (existem algumas exceções como o sabonete 100% azeite de oliva ou com concentrações muito elevadas de determinado óleo, mas na regra geral há um equilíbrio entre eles.)


Os óleos macios:

São geralmente óleos líquidos em temperatura ambiente, tais como o azeite de óliva, óleo de rícino, de amêndoa doce, de farelo de arroz, etc ... Como regra geral, sabonetes feitos a partir de alta percentagem destes óleos terá como resultado final uma barra de sabão mais macia e suave. (A única exceção a esta regra é o azeite. Sabão feito a partir de uma alta porcentagem de óleo de oliva manterá a suavidade mas será um sabonete rígido, mas para isso precisará de um tempo maior de cura.)



Óleos rígidos:

São os óleos, gorduras e manteigas que na maioria das vezes se apresentam na forma solida ou pastosa em temperatura ambiente, tais como, óleo de palma, banha, sebo, óleo de coco, manteiga de cacau, manteiga de karité ou o óleo se soja hidrogenado entre outros. Óleos “duros” fazem uma barra de sabão mais resistente e dura.

Óleos frágeis ou quebradiços:

São os óleos que geralmente são sólidos em temperatura ambiente, mas exigem algum aditivo gorduroso para serem usados, podem causar rachaduras nos sabonetes se usado em grandes quantidades. Estes geralmente incluem o óleo de amêndoa de palma e manteiga de cacau. Apesar do nome os óleos frágeis fazer uma barra de sabão muito resistente e dura.

Como foi citado acima cada grupo de óleos apresentam características distintas e devem ser usadas de forma a tirar o máximo de proveito de suas qualidades, um bom sabonete tem que ser resistente a água, fazer espuma cremosa e consistente, limpar e hidratar a pele sem agredi-la. Por isso o percentual de cada óleo a ser usado deve ser estudado com calma levando sempre em consideração as suas características e qualidades.

Aqui estão algumas regras gerais quando se fala sobre porcentagens entre óleos macios, duros e quebradiços em sua receita.

Óleos duros e quebradiços ou  frágeis

Sabão feito com percentagens mais elevadas de óleos duros e quebradiços terá como resultado um sabão mais fácil de desenformar e muito resistente a água. Estes sabonetes se tornam rígidos mais rápido do que sabonetes feitos com altas porcentagens de óleos macios. Por apresentarem esta característica são mais difíceis de se trabalhar com misturas de cores ou efeitos de redemoinho ou marmorizado. São ideais para serem usados em formas que tenham detalhes em alto ou baixo relevo, porem exigem cuidado na hora de se atingir o “traço” o ideal é que esteja entre 37 e 42 graus.

Óleos leves

Sabões feitos com percentuais mais elevados de óleos leves tendem a ser mais macios e pegajosos principalmente na moldagem é indicado deixá-los no molde pelo menos durante 48h antes de tirar ele da forma e fazer o corte, estes sabonetes geralmente são menos resistente a água se dissolvendo mais rápido.

Se você estiver usando moldes mais complexos uma dica para desenformar mais facilmente é resfriar o sabonete antes de desenforma-lo, você pode até tentar congelá-los para endurecer o suficiente para fazer o desmolde com maior facilidade.

Sabão feito com óleos suaves como o óleo de oliva, especialmente, apresentará um traço mais liquido e lento. Isso os torna perfeitos fazer misturas de cores ou efeitos. Você tem mais tempo para colorir e testar efeitos com esta massa de sabão.

Mas lembre-se que fazer testes, errar, pedir ajuda e pesquisar fazem parte da aquisição por conhecimento, na pratica muita coisa muda.

A teoria nos indica o caminho mais seguro, enquanto a pratica determina o destino independente do caminho.

Todos estes conhecimentos foram frutos de erros com meus primeiros três lotes de sabão, onde o primeiro ficou muito grosso (porem com um resultado satisfatório), o segundo foi um completo fracasso (acredito que pela adição de essência não indicada) e o terceiro ficou muito macio o que acarretou problemas na hora de tirar dos moldes. Como pode ver os erros me levaram a adquirir maior conhecimento, mesmo tendo pesquisado muito antes de decidir fazer meu primeiro sabão cometi erros por não conhecer na pratica o processo.

Espero que tenha ajudado, acho que por hoje é isso.

25 comentários:

  1. Amauri, porque vc não tenta fazer um sabonete 100% de azeite ??? Já pensou nisso pra "começar a começar" ????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Emilia, sim pensei em fazer sim, mas terminei desistindo porque não tinha o suficiente aqui e como queria muito fazer o sabonete terminei optando por uma mistura de óleos que eu tinha. Hoje tenho os óleos necessários para fazer um teste mais consciente e consistente, mas quero fazer um Castela sim, mas nas minhas pesquisas deve estar sempre acompanhado de uma manteiga ou cera de abelha.

      Você já fez? qual o resultado?

      Excluir
  2. Amauri, a Emilia é saboeira há anos!!! Explore ela rsrsrs
    Uma dica, faça o Castille puro só azeite e deixe curar por uns 3 meses, você vai adorar.
    Com relação aos óleos duros, uma proporção legal é: 30% palma, 30% palmiste, 15% azeite de oliva e 25% soja.
    Tenta essa combinação que você não vai se arrepender.
    Se não tiver palma use gordura vegetal hidrogenada e o palmiste pode ser substituído por coco.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tatiane, como pode ver nos relatos estou começando neste processo e toda ajuda será muito, mais muito bem vinda, não tenho medo de errar muito menos de ariscar, mas quero testar dentro de uma realidade que seja boa, tudo que fiz foi por não achar informações claras ou corretas, cada teste que da algum tipo de problema me deixa mais focado, mais sedento por informações e com isso pesquiso mais e tento superar as deficiências pela falta de informação.

      Pesquisei e produzi minhas formas de silicone, fiz o mesmo com as formas de acrílico, estou para montar um cortador com múltiplos cortes e assim eu vou tentando acertar.

      mas só tenho a agradecer pelas visitas e considerações, estarei indo a SP para visitar alguns fornecedores entre janeiro e fevereiro assim terei muitas novidades e testes pela frente.

      Excluir
  3. Caro amigo saboeiro, boa noite!

    Como vai o progresso da sua saboaria? hehehehehe
    A minha está avançando com a aquisição de novos materiais e matérias primas! Creio que ainda esta semana voltarei a fazer novos testes!
    Hoje comprei álcool de cereais, corantes à base de óleo em pó, óleos carreadores (que irei usar como sobreengordurantes e para diluir os óleos essenciais) e, é claro e finalmente, óleos essenciais (aromas: cedro e erva-doce). Tudo de ótimo! hehehehehe
    Amanhã pegarei as fôrmas e o cortador com o marceneiro (fiz sob medida).
    Em relação aos óleos, vou continuar com os que tenho: Gordura de coco babaçu, óleo de rícino, óleo de semente de uva e ácido esteárico.
    E por enquanto é isso!!!
    Ah! Agora tenho um blog também dedicado à arte dos sabões!
    Não entendo de blogs, mas até que está saindo alguma coisa! kkkkkkkkkk

    Abraço e sucesso para nós todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Saboeiro, sem muitas novidades, mas com muito mais conhecimento, estou esperando chegar algumas essências que comprei na casa do saboeiro para fazer uns testes e vou comprar ainda esta semana outros OE desta vez na FERQUIMA.

      Na próxima semana devo ter novidades mais consistentes, se o laboratório não explodir teremos mais um lote de sabonetes.

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Tenho certeza de que não explodirá e de que vai sair um lote exatamente como você deseja! kkkkkkkkk
      Creio que na minha vida nunca pesquisei tanto sobre algo como estou fazendo sobre saboaria! E realmente é cada vez mais conhecimentos!
      Eu comprei os OE da Bio Essência. Se no sabonete o aroma for como ele se apresentou... meu amigo... não será um sabonete. Será um perfume em barra! kkkkkkkk
      Tenho certeza de que até o fim desta semana teremos boas notícias (e com nossos laboratórios intactos) kkkkkkkkkk
      Abraço e fique em Deus!

      Excluir
    3. Hehehe... vou dar uma olhada na Bio Essência para ver os OE que ela dispõe para venda.

      É um processo onde adquirimos um aprendizado teórico rápido, mas o conhecimento prático é lento devido a inúmeros fatores. Hoje esta chegando o Óleo de Palma e o Palmiste que comprei semana passada, com isso já tenho os óleos que preciso para o próximo teste.

      Agora estou a procura de Azeite de Oliva feito do bagaço que pelo que pule ler alem de mais barato tem as mesmas propriedades do azeite extra virgem, que usa muito é o Roberto Akira, mas aqui não encontrei em lugar nenhum.

      Tenho de me programar, organizar o tempo porque no começo do ano tenho de repor os estoques de Sais de Banho, Sabonete Líquido, Aromatizantes e agora o Cold Process.

      Me deixe informado dos seus pregressos e estarei de olho no seu blog.

      grade abraço!

      Excluir
  4. Meninos uma dica nos óleos essenciais, usem de 3% a 5% de óleo essencial para aromatizar um sabonete e, se puderem façam Blends (misturas, levando em conta base, coração e cabeça) assim seu sabonete fixará melhor o aroma.
    Eu gosto de trabalhar com blends e uso 3% fixa bem e fica perfumado. Normalmente (dependendo do oe que você utilizar) se colocar puro ele pode não fixar muito como a gente imagina.
    E, sobre diluir o oe no óleo carreador eu nunca ouvi sobre isso. Para aromatizar usamos o OE puro (blends) ou essenia própria para cold. As essencias uso as da Paris essencias (inclusive é onde dou aula) acho as deles melhores que do saboeiro. OE em conta comprem na Ferquima ou Destilaria Bauru (acho que o site está em manutenção agora no final de ano, mas os preços dela tb são muito bons e vendem de 100ml que para quem faz sabão é bem mais barato e mais lógico devido as grandes quantidades que utilizamos).
    Beijinhos Tati

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tatiane! Boa noite!
      Antes de mais nada tenho uma dúvida!
      Usar de 3% a 5% de óleo essencial, mas essa porcentagem é em relação ao total da massa ou ao total dos óleos utilizados?
      Em relação aos óleos carreadores nada mais são do que os sobreengordurantes ou superfatting. Eu os uso desta forma! Diluo o OE na minha sobregordura ou óleo carreador! Dá no mesmo! É um veículo para o OE.
      Existem inúmeras formas de se fazer um sabonete e de aplicar os aditivos. Essa é apenas a que acho melhor de usar!
      Inclusive há pessoas que utilizam os sobreengordurantes ou carreadores até para diluir os corantes à base de óleo!
      São técnicas e formulações que variam de acordo com cada necessidade!
      Quero aproveitar e agradecer a você pelas dicas. Isso para um aprendiz é de extremo valor!
      Muito obrigado!

      Abraços e fique em Deus!

      Excluir
    2. Olá Amigo Saboeiro, creio que a porcentagem dos Óleos Essenciais (OE) sejam em relação ao total dos óleos utilizados.

      Excluir
    3. Tatiane, boa noite!

      Estive pesquisando e vi que na casa do saboeiro os OE são mais em conta do que na FERQUIMA. Você já usou algum OE da casa do saboeiro? Sabe de alguma restrição em relação à qualidade deles?

      Obrigado pela atenção!
      Beijos!

      Excluir
    4. Grande amigo do sabão! hehehehehehe
      Também espero que seja!
      Cara, entrei de cabeça nas pesquisas de preços e cada vez me animo mais! hehehehe Porém, fico preocupado com a questão "pureza 100%".

      Abraços!

      Excluir
    5. Amigo Saboeiro, acho que neste momento a principal preocupação deve ser a escolha acertiva de fornecedores, primeiro vamos nos preocupar com produtos com qualidade 100% para podermos ter um produto final igual.

      Tenho visto muitos indicativos como: concentração de 100%, 100%puro, 100% orgânico, 100% natural e outras mais que nem sempre ou quase nunca correspondem a 100% da verdade... como garantir que um produto é 100% puro, natural ou orgânico? quem da esta garantia? e baseada em que é dada esta garantia? melhor simplesmente dizer CONCENTRADO, NATURAL, ORGÂNICO ou PURO, risos.

      Desculpe mas venho de uma área que usar o 100% é quase sempre um problema! Por isso vamos aceitar um alto índice de pureza! Acredite já esta de bom tamanho.

      Tenho feito visitas no Blog, parabéns esta ficando bem legal!

      Excluir
    6. Caro amigo saboeiro... hehehehehe
      Primeiramente devo dizer que fico feliz que esteja gostando do meu blog. Até por que, não manjo nada disso! kkkkkkk Obrigado pelas palavras!

      Pois é... Matéria prima de qualidade! Eis um dos mega desafios!
      Só sei que há uma enoooooorme diferença de preço por aí!
      A melhor forma mesmo é observar atentamente o resultado final e a fixação dos aromas!

      Mas vamos lá!!!
      Vou postar um grande progresso meu rumo à tão sonhada base glicerinada de qualidade!

      Abraço! Fique em Deus!

      Excluir
    7. Alessandro, desculpe a demora em responder estive viajando.
      Sobre os 3 a 5% utilizo da quantidade de óleo da base.
      Sobre diluir no óleo carreador (da sobregordura) eu não aconselho pois quando colocamos a sobregordura ainda pode haver muita soda livre e, oe's são óleos podem ser saponificados queimando seu aroma em excesso. Eu gosto de bater com o mixer a massa, quando atinjo o traço de acordo com oque vou fazer, acrescento o SF, bato mais um pouco e só então acrescento os oe's ou essencia (um pouquinho antes de enformar).
      Vamos lá, eu já comprei oe's na casa do saboeiro mas, não me agradaram. Não diria que são falsos ou diluídos mas a qualidade não me agradou. Algumas pessoas dizem que tem químicos misturado neles mas, só fazendo análise para saber se é verdade ou não.
      Hoje mesmo fiz uma compra de oe's na destilaria Bauru pois estavam mais baratos que na ferquima. Fica a dica.
      Abraços.

      Excluir
    8. tatiane essa proporção de 3 a 5% é com que antidade de óleos?

      Excluir
    9. Deborah, boa noite esta percentagem é sobre a quantidade de óleos se usar 1000g de óleos deve por 6% destes 1000g de óleo essencial, se usar 500g deve usar 5% destes 500g de óleo essencial e assim por diante, hoje eu recomendaria entre 4 e 6% a depender do OE você perde muito do aroma em muito pouco tempo.

      Excluir
  5. Meninos sobre a pureza dos oe's quem garante isso são os laudos tçnicos de cada oe, as empresas que vendem esses oe's são obrigadas a nos fornecer. A ferquima, destilaria bauru e laszlo possuem esses laudos, é só pedir para eles. A ferquima normalmente manda pelo e-mail assim que efetuamos a compra e se não me engano disponibiliza no site deles. A destilaria bauru eu conheço uma pessoa que trablha lá e já me garantiu que os laudos são verdadeiros e a laszlo é só mandar e-mail pedindo mas os deles eles só vendem se for liberado pela anvisa. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Tati, muito boa esta informação... estou pesquisando na Ferquima e Destilaria Bauru, devo comprar os OEs até o fim do mês! onde posso pesquisar sobre misturas e combinações de aromas?

    ResponderExcluir
  7. Bom aqui tem algumas idéias mas, eu prefiro criar eu mesma as minhas combinações:
    http://www.aromaticsinternational.com/index.php?route=product/recipe

    http://www.aromaweb.com/recipes/default.asp

    E tem um livro muito bom que dá uma base legal que é o Essencias e Alquimia da Mandy Aftel.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado,

      Faço algumas misturas de essências, crio meus aromas e tal, mas misturar óleos essenciais é mais complicado (ou não?), não pelo aroma resultante desta mistura, mas na forma que esta mistura vai agir na pele e no psicológico de cada pessoa já que os óleos tem características bem distintas.

      Obrigado pela ajuda sempre é bom poder contar com a esperiencia de quem conhece mais.

      Excluir
  8. Aconselho que compre um livro de aromaterapia ou aromacologia. Existem vários ótimos.
    Os óleos essenciais interferem nos efeitos dos sabonetes sim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenho pesquisado muito a respeito, é um universo sedutor... mas obrigado pelo conselho!

      Excluir
  9. boa noite, estou de acordo com todos elogios que ja foram feito.gostaria de fazer uma pergunta q ainda nao vi por aqui.como chego a conclusao quanto a porcentagem de cada oleo?

    ResponderExcluir

Ao participar de nosso Blog, você estará ajudando a um enorme numero de pessoas que estão procurando o conhecimento que você pode ter, antão participe, compartilhe!

Obrigado por deixar suas considerações em nosso Blog e volte sempre.