terça-feira, 5 de março de 2013

Fazer testes é sempre necessário para se alcançar bons resultados.


Terminamos nossa primeira bateria de testes, neste tempo fizemos quase 20 testes com diversos tipos de sabonetes e algumas técnicas diferentes.

Só para relembrar, usamos essência, óleos essenciais, chá verde, sementes, corantes vegetais e minerais. Testamos misturas de óleos e concentrações diferentes o que nos deu sabonetes com características também diferentes.


Mas o principal nestes testes foram os aprendizados adquiridos, com as mais diversas situações, cada teste ofereceu um desafio diferente e sempre resultou em mais conhecimentos. É fundamental entendermos todo o processo químico que resultará em um sabonete, isso não vai evitar possíveis erros mas vai diminuir os prováveis erros, até porque é importante errar, e mais importante é pontuar cada erro e determinar o que pode ser feito para corrigir este erro.

A pratica é o melhor exercício para se adquirir experiência e  expandir os conhecimentos entro da saboaria, por isso faça testes sempre, repita os testes quantas vezes forem necessárias e assim consiga chegar ao ponto que deseja.

Mas o teste termina quando retiramos o sabão de nossas formas? Não o desenvolvimento de cada variação esta dividida em pelo menos três fases, a primeira esta relacionada com a parte fabril, na fabricação de cada sabão, nas escolha de cada óleo, das essências ou óleos essenciais, dos aditivos, coloração, etc... e a segunda que esta diretamente ligada ao uso, a como este sabonete vai se comportar em contato com a água e com a nossa pele, se vai derreter facilmente durante o banho, se vai fazer espuma, se vai limpar ou hidratar e temos ainda o teste de armazenamento quando vamos determinar quanto tempo podemos guardar nosso sabonete com segurança. Como podemos ver os testes vão muito além da fabricação do sabonete e devemos estar atentos a isso.

Mas o que vem a ser estes testes? Na maioria das vezes nossos testes são muito mais de aprimoramento do que de desenvolvimento, nossos experimentos são na sua maioria alterações nas concentrações ou substituição de determinados óleos, adição de determinados aditivos, testamos aromas e texturas, quase nunca partimos para testar novas formas técnicas para a etapa fabril, até pela complexidade em testes desta natureza.

É claro para mim que faz melhor quem testa mais, quem ousa mais, só quem se atreve em testar será agraciado com uma ideia inovadora, com um produto diferenciado e mais exclusivos, quem testa se vê obrigado a pesquisar e consequentemente vai adquirir um conhecimento diferenciado e de vanguarda se tornando na maioria das vezes referencia dentro do mercado. Então vamos não tenha medo e mão a obra, teste novos ingredientes, novas formas de fazer e sempre que possível partilhe seus resultados.

Acho que por hoje é isso, em breve postaremos novos testes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao participar de nosso Blog, você estará ajudando a um enorme numero de pessoas que estão procurando o conhecimento que você pode ter, antão participe, compartilhe!

Obrigado por deixar suas considerações em nosso Blog e volte sempre.